10 Alimentos Poderosos Contra a Inflamação - Quatro Estações

10 Alimentos Poderosos Contra a Inflamação

21 outubro 2017comente


A inflamação é um processo natural do organismo, que anuncia que algo não funciona adequadamente dentro do corpo.
Descubra quais alimentos favorecem o movimento intestinal e proporcionam bem-estar físico e mental.

ibuprofeno é um exemplo de medicamento que pode ajudar com a inflamação do corpo. Mas temos também as opções naturais como os legumes e frutas impedem que nossos intestinos se inflamem.

O consumo de frutas, legumes, algas marinhas, leguminosas e grãos integrais são a melhor maneira de fornecer ao corpo a fibra vegetal necessária para promover o bom funcionamento do intestino, manter a microflora em equilíbrio e contribuir para a eliminação de resíduos.

Se não passaria na corrente sanguínea favorecendo a inflamação.
Aqui estão os dez desses alimentos com um importante poder anti-inflamatório:

Abacaxi

Além de um alimento com baixas calorias, é muito útil quando você quer aliviar sua dieta, uma das principais causas de inflamação é o consumo excessivo de calorias.

É fundamental o seu conteúdo em bromelina que desmorona e dissocia proteínas e é um poderoso anti-inflamatório prescrito para artrite ou para diminuir o inchaço após cirurgia ou acidente.

Seu efeito anti-inflamatório parece ser superior quando tomado com o estômago vazio.

Cebola

É um alimento leve e poderoso e tem o efeito ideal para este tipo de dieta.

Além disso, é o alimento mais rico que é conhecido em quercetina, um flavonoide que é considerado um dos principais responsáveis pelo poder anti-inflamatório deste vegetal, uma vez que entre suas virtudes está o poder de controlar o dano oxidativo dos radicais livres.

Linhaça

Linhaça nos fornece ácidos graxos ômega 6 e ácido oleico, mas acima de tudo, é a fonte vegetal mais rica conhecida em ácidos graxos ômega 3, superando até os peixes.

Este tipo de gordura é essencial porque nosso corpo precisa recebê-lo de uma fonte externa e está no lado "bom" da gordura contribuindo para a redução do colesterol.

Eles contribuem para o tratamento de dores reumáticas e quaisquer problemas de saúde associados à inflamação.
Esta semente contém fito estrógenos com uma ação anti-inflamatória potente.

Pimenta

É excepcionalmente rico em vitamina C, especialmente nas espécies vermelhos ou amarelos mais maduros.

Esta vitamina é necessária para o metabolismo da fenilalanina, um aminoácido essencial, muito ativo na redução da dor crônica e outros sintomas como inchaço e rubor.

Além disso, o poder antioxidante da vitamina C é multiplicado pelo efeito sinérgico que faz com a vitamina A, abundante em indivíduos maduros e com um pigmento chamado licopeno.

Cacau

Rico em vitaminas D e outras, tem um efeito antioxidante significativo, como A ou E.

Os seus sólidos são uma fonte de taninos e compostos fenólicos que neutralizam o efeito inflamatório causado pelos radicais livres.

Estudos mostram que o consumo contínuo e moderado de bom cacau ou chocolate escuro reduz os níveis de proteína C-reativa (CRP) no sangue.

Azeite de oliva

O azeite extra virgem contém uma substância ativa, chamada oleocantal, com efeito, anti-inflamatório muito semelhante ao do ibuprofeno.

Esta substância natural, como a droga, atua inibindo uma enzima (COX) que produz substâncias que causam dor e inflamação.

O seu poder anti-inflamatório também é devido ao seu conteúdo nas vitaminas A e E, seus compostos fenólicos e a composição das suas gorduras, que consiste principalmente em ácido oleico, que também reduz os níveis de açúcar no sangue.

Rabanete

Rico em vitamina C e ácido fólico, também é muito útil em dietas leves devido à sua ingestão rica de fibras e baixa caloria.

Tem efeito diurético, devido ao seu teor de potássio, o que facilita a eliminação de líquidos e contribui para manter um sangue mais limpo.

Contém uma enzima, peroxidase, que participa da defesa do organismo.

É rico em compostos de enxofre, especialmente rabanete preto, que ajudam a resolver problemas biliares e são ótimo para o fígado.

Alho

Uma fonte importante de selênio vitamina A, B1, B2, C, aminoácidos de enxofre como cisteína e metionina, bem como inúmeras substâncias com poderes antibióticos e anticoagulantes.

Mas as propriedades anti-inflamatórias do alho são atribuíveis a muitos dos seus efeitos na saúde, como a sua capacidade de limpar o sangue de substâncias tóxicas, melhorar o estado da flora intestinal, os seus antioxidantes.

O alho é rico em metionina, o que ajuda a regular os níveis de histamina no organismo.

Cúrcuma

Curcuminoides, substâncias ativas recentemente descobertas, parecem ter propriedades anti-inflamatórias semelhantes às de certos medicamentos esteroides e não esteroides.

Essas substâncias são responsáveis pelas propriedades antivirais, antibacterianas e desintoxicantes deste tempero aromático, bem como seus efeitos antioxidantes.

Esses princípios desenvolvem todo o seu potencial misturado com pimenta preta.

Cravo da Índia

Esses brotos aromáticos têm um alto teor de ácidos graxos ômega 3, magnésio, vitaminas B, cálcio e flavonoides com um excelente poder antioxidante.

Contém eugenol, uma substância usada em odontologia para dor de gengiva e prevenir infecções.

Em combinação com cariofileno, também presente nesta espécie, o eugenol exerce uma ação sinérgica útil para combater qualquer tipo de inflamação.

Você pode conseguir mais dicas grátis e o passo a passo do especialista, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br tudo está na matéria: ibuprofeno: para que serve indicações e efeitos colaterais.



Confira o vídeo com os melhores alimentos anti-inflamatórios:

Guest post por Rosi Feliciano.




VAMOS INTERAGIR? 
PARTICIPE DEIXANDO SEU COMENTÁRIO. 

 Deixe sua opinião, compartilhe sua experiência, faça perguntas ou sugestões. 
 A sua participação é muito importante!!!