Primeira vez na Feira da Madrugada em SP - Quatro Estações | Amor, Autoconhecimento e Estilo de vida

Primeira vez na Feira da Madrugada em SP

11 maio 2013comente


Muitas de vocês já devem ter ouvido falar e outras até ido na 25 de março em SP e na Feira da madrugada. Bom, eu já tinha ouvido falar, mas nunca tinha feito planos para ir lá e de repente, de última hora deu certo e fomos rumo a Sampa na feirinha da madrugada no bairro do Brás.

Adorei mesmo os preços de lá. É muita variedade de produtos, alguns com qualidade, mas tem que checar a mercadoria antes da compra, principalmente as bolsas. A maioria dos produtos assim também como os vendedores é Made in China...me estressei um pouco, porque não se consegue negociar com os chineses pelo fato de eles não falarem muito o português, na verdade eles sabem somente o necessário para vender, que é quanto custa.


Feira da Madrugada X 25 de Março

Para quem começa o percurso pela feirinha e depois vai para a 25 de março, sente a diferença no bolso. Na feirinha é tudo muito mais barato mesmo e quando você chega na 25 de março, sente que é um pouco mais caro, mas também a qualidade é melhor. 
Na feirinha não tem som alto (como das lojas), nem muita vendedor gritando e nem carros transitando, tudo é mais barato e é coberto. Já na 25 é uma loucura! Som alto das lojas e vendedores gritando na rua, muita gente na calçada e ter que andar um pouquinho na rua do ladinho dos carros e cheiro de esgoto...além das pocinhas de esgoto também.

Qual o melhor meio para chegar lá?
Aconselho, quem nunca foi, a ir de excursão. Os motivos são vários, a começar que, quem nunca foi, não sabe andar em SP, pegar metro e nem nada, então, se for de excursão, o ônibus para no estacionamento da feirinha, você faz suas compras e depois não precisa andar com uma sacola gigante, isso mesmo, gigante e pesada no meio do metrô e depois em vários ônibus até chegar na sua casa de volta. Uma excursão, aqui na minha cidade pelo menos, está em torno de R$ 50,00 por pessoa, ida e volta.  Se você pensa em ir de carro, esta é a pior das hipóteses...trânsito lento, sono e cansaço...não dá para aguentar. De excursão, você dorme e dá uma descansada; não precisa se preocupar em roubarem suas coisas, pois fica no bagageiro do ônibus; corre menos risco de ser assaltado; viaja confortavelmente; economiza pedágios; faz amizades...enfim, N motivos para ir de excursão.

Dicas para iniciantes:
1- Todo mundo diz para não comprar no primeiro lugar que entrar, mas aconselho a comprar sim. Se você gostou de alguma coisa pra valer, compre. Você corre o risco de não encontrar depois o produto que gostou e também de não saber voltar mais na mesma lojinha.
2- Se você tem fobia de lugares fechados ou é muito alérgico a pó principalmente, nem vá (pelo menos antes da reforma). Não tem muito espaço para andar, o corredor é em torno de 1,5 m, o teto é baixo, tem gente chacoalhando roupa pra cá e pra lá... e a gente se sente meio sufocado, levando em conta também os vários ácaros e pó da roupa  que deve ficar no ar, um veneno para quem é alérgico .
3- Vá com sapato fechado e confortável, pois como eu disse, tem algumas pocinhas de esgoto e você não quer correr o risco de pegar uma doença né...também é um pouco frio de madrugada, mas quando você entra na feirinha, como é um local coberto e apertadinho cheio de gente, dá uma esquentadinha e você começa até suar.
4- Leve um pouco de papel higiênico ou lenço umedecido para usar o banheiro. Aconselho a usar o banheiro de alguma lojinha da rua do Oriente que é ao lado da feirinha (tem uma saída da feirinha para esta rua), é um pouco "melhorzinho" do que o de dentro da feirinha. Também leve álcool gel com composição 70% (recomendado) para o caso de comer algo com as mãos...pense que você está pegando no dinheiro desde a hora que chegou, em roupas e outros produtos, aí bactéria vai e bactéria vem e você estará protegido. Lembretinho: não sente no vaso sanitário do banheiro público! Não preciso nem descrever aqui o porquê né?!
5- Não fique contando o seu dinheiro no meio do povão. Nunca se sabe, mas pode ter alguém olhando e esperando um momento oportuno. Nós do interior não temos a malícia da cidade grande, por isso, todo cuidado é pouco. Leve um bloquinho e vá anotando quanto gastou e depois some tudo. No final das contas, você vai saber exatamente quanto está sobrando do dinheiro que você levou.
6- Quanto as bolsas e mochilas: leve tudo o que você vai precisar dentro da bolsa, exceto o dinheiro que é bom ficar no bolso. Se não for comprar muita coisa, leve uma mochila e coloque na frente do corpo. A mesma coisa com a bolsa. Também evite levar celular e carteira no bolso de trás da calça. 
7- Não se preocupe com sacolas. Lá vende sacolas de todos os tamanhos, de fechamento com zíper, de carrinho...se vai comprar bastante coisas, recomendo a de carrinho.
8- Leve dinheiro e o cartão também. Algumas barracas tem máquina para passar cartão, mas não são todas. Então faça assim: as barracas que tiver cartão, você passa para economizar o dinheiro para as outras que não tem!!!

Fotos da feirinha:
lojas na lateral da feirinha


Dentro da feirinha
Ouvi falar muita coisa de lá, de assaltos e outras coisas, mas achei super tranquilo, adorei tudo, tudo mesmo! Só tem que tomar cuidado e ficar esperto, mas não é tão perigoso quanto todo mundo fala, pelo menos foi o que achei. Não vi ninguém sendo assaltado, ninguém brigando, tudo gente de bem e que está lá com o mesmo propósito que nós.
A feira acontece na madrugada mesmo. Cheguei lá por volta de 5 da madrugada e já estava funcionando e lotada (e olha que nem era época de pagamento) e fecha por volta das 14 hs. Fiquei com dor no corpo por 2 dias, de tanto andar e carregar sacolas e bolsas pesadas (se eu soubesse teria comprado a de carrinho)...mais valeu muito apena, não veja o hora de voltar lá de novo.

Beijos e espero que as dicas sirvam pra vocês!!!


VAMOS INTERAGIR? 
PARTICIPE DEIXANDO SEU COMENTÁRIO. 

 Deixe sua opinião, compartilhe sua experiência, faça perguntas ou sugestões. 
 A sua participação é muito importante!!!